Museu Ferroviário de Indaiatuba

Código: 8.32.91.4332

Nº SNIIC: SP-8593

Museu Ferroviário.

Site: http://www.fiec.com.br/museu

Email para divulgação: fiec@fiec.com.br

Telefone para divulgação: (19) 3816-4917

Informações Adicionais de Contato:
(19) 3816-4917 / (19) 3801-8688

fiec@fiec.com.br

Endereço: Praça Newton Prado, s/n , Jardim Pompéia, 13330-170, Indaiatuba, SP

CEP: 13330-170

Logradouro: Praça Newton Prado

Número: s/n

Complemento:

Bairro: Jardim Pompéia

Município: Indaiatuba

Estado: SP

Território Cultural (para utilização do Sistema de Museus):

Descrição

Em 2002, por iniciativa do prefeito municipal de Indaiatuba, Reinaldo Nogueira, foi solicitado a elaboração de um projeto com a finalidade de preservar todo o eixo histórico da cidade, por estar intimamente ligado as tradições locais. Em razão da importância da ferrovia no desenvolvimento de Indaiatuba e sua ligação com a população e a memória histórica, foi solicitado a FIEC a elaboração de um projeto de resgate e revitalização do conjunto de prédios da antiga estação ferroviária, onde o mesmo é escolhido a passar por uma completa restauração, afim de abrigar o Museu Ferroviário de Indaiatuba.

A FIEC inicia os trabalhos de pesquisa para buscar uma peça que seria a primeira a fazer parte do acervo do Museu, a qual deveria ser fonte de motivação principal para despertar o interesse de toda população, entendeu-se que uma locomotiva a vapor seria a peça ideal.

Através de um longo período de pesquisa e negociação entre a Prefeitura Municipal através da Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura (FIEC) juntamente com a Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA) e a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), que através de convênio firmado em 17/09/2002, cede a cidade de Indaiatuba para fins turísticos e culturais, a Locomotiva nº10 que foi fabricada em 1874 nos Estados Unidos, onde foi adquirida pelo imperador D. Pedro II, fato de destaque na história das ferrovias no Brasil.

Em seguida por iniciativa da FIEC é criada a Associação de Preservação Ferroviária de Indaiatuba (APFI), em um trabalho inicial com o envolvimento de ferroviários e moradores de Indaiatuba, na coleta e doações de acervos para o Museu Ferroviário. Também é iniciado os trabalhos de restauração dos prédios da Estação, obra realizada pela Prefeitura Municipal com recursos próprios, o qual é inaugurado em 01/10/2004 denominado Espaço Cultural Estação Indaiatuba Museu Ferroviário.

Atualmente o Museu conta com aproximadamente 500 objetos em seu acervo, todos identificados e registrados. Conta também com instalações de ferromodelismo em escala HO, onde as composições fazem percurso na parte interna e externa do mesmo.

O Museu Ferroviário recebe em média 7 mil visitas ao ano, entre moradores de Indaiatuba, de outras cidades, estados e também de países. Sendo atualmente considerado ponto de referencia em nível estadual e nacional.

Também está incluído no circuito de visitas dois projetos: “Colhendo Frutos com o Turismo” e “ Passeios da Memória”, realizados pelo Departamento de Turismo da Cidade de Indaiatuba.

Outro dado que merece destaque é o grande número de visitas de caráter histórico e pedagógico, uma vez que essas visitas são feitas por grupos escolares, vindo de diversas escolas de nossa cidade, tanto municipais, estaduais e particulares, onde são acompanhadas por monitores e palestras referentes a Preservação do Patrimônio Histórico, importância das ferrovias na nossa história e a criação do Museu Ferroviário.

Também são realizados anualmente dois grandes eventos culturais com o intuito de resgatar tradições: São João na Estação e Natal na Estação, os quais fazem parte do calendário cultural do município.

Desde a sua criação, o Museu Ferroviário é administrado pela Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura (FIEC).
evento entre e Baixar Planilha

O Museu encontra-se: aberto

Horário de funcionamento: Segunda a Sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Sábados e Domingos, das 9h às 13h.

Entrada

Entrada é cobrada: não

Acessibilidade

Acessibilidade física:

Acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais:

Atendimento aos turistas estrangeiros:

Instalações

O museu possui arquivo histórico? sim

O arquivo tem acesso ao público? sim

O Museu possui biblioteca? não

A biblioteca tem acesso ao público? não

O museu promove visitas guiadas? sim

Atividades educativas e culturais

O museu realiza atividades educativas e culturais para públicos específicos? s

Em caso positivo, especifique: escolha a(s) que mais se adeque(m)

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Municipal

Ano de abertura: 2004

Instituição mantenedora: Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura

Tipo: Tradicional/Clássico

Temática: Produção de bens e serviços

Para solicitar o Registro de Museus é simples. Basta seguir estes três passos:

  • 1. Preencher e assinar o Formulário de Solicitação de Registro, ao final da página.
  • 2. Fotocopiar os documentos solicitados (vide lista abaixo de acordo com a natureza administrativa da instituição).
  • 3. Reunir o Formulário devidamente preenchido e a documentação solicitada e entregar a documentação na sede do Ibram em Brasília ou enviar por correio com aviso de recebimento para o seguinte endereço:


    Instituto Brasileiro de Museus – Ibram
    Cadastro Nacional de Museus (CNM)
    Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, 1º Subsolo
    Cep: 70040-020 – Brasília – DF

Documentação Necessária:
Museu Público Federal
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Público Estadual, Municipal e Distrital
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Privado
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora (com personalidade jurídica);
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
ATENÇÃO!
  • As despesas de autenticação e envio deverão correr por conta do museu solicitante;
  • O museu deverá manter atualizados todos os seus dados junto ao Registro de Museus, enviando toda a documentação comprobatória de qualquer alteração das informações já fornecidas;
  • No caso de inexistência de documento oficial que declare quem é o responsável pelo museu, será admitido como comprovação documento que contenha tal informação assinado pelo representante máximo da instituição mantenedora. Nessa situação, o representante máximo da instituição mantenedora deverá enviar cópia do seu RG, do CPF (autenticados em cartório) e documento oficial que declare sua ocupação neste cargo;
  • Museus que possuem filiais ou seccionais em endereços de visitação diferentes deverão responder um questionário para cada unidade.

Publicado por

CNM - Cadastro Nacional de Museus

O Cadastro Nacional de Museus já completou dez anos em operação e se constitui como uma fonte ampla de informações atualizadas sobre os museus do país. Objetiva produzir conhecimentos e informações sistematizadas sobre o campo museológico em toda a sua diversidade. Nesse período, foram mapeados mais de 3.500 museus em todo o território nacional.