SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA - SMC

Museu Municipal de Uberlândia

Código: 6.64.96.8144

Nº SNIIC: SP-8196

Museu Municipal de Uberlândia - Palácio dos Leões - Praça Clarimundo Carneiro.

Site: http://www.uberlandia.mg.gov.br/2014/secretaria-pagina/23/3032/museu_municipal.html

Email para divulgação: museumunicipal@uberlandia.mg.gov.br

Telefone para divulgação: (34) 3214-0068

Endereço: Praça Clarimundo Carneiro, 67 , Fundinho, 38400-154, Uberlândia, MG

CEP: 38400-154

Logradouro: Praça Clarimundo Carneiro

Número: 67

Complemento:

Bairro: Fundinho

Município: Uberlândia

Estado: MG

Território Cultural (para utilização do Sistema de Museus): Triângulo norte

Descrição

O Palácio dos Leões foi projetado e construído no biênio 1916-1917, por Cypriano D’el Fávero para abrigar o Paço Municipal. Foi inaugurado em 11 de novembro de 1917. Abrigou a Prefeitura até 1966 e a Câmara até 1993. Em 1994 a Secretaria de Cultura deu início às ações para a nova ocupação do edifício. Foi adequado, revitalizado e restaurado pelos arquitetos Rodrigo Meniconi e Alessandro Rende, passando a abrigar o Museu Municipal de Uberlândia.

O Museu

Seu projeto conceitual foi definido como histórico/antropológico, por ser dotado de um acervo composto de objetos de uso cotidiano, por retratar aspectos da vida urbana e rural do município e revelar mentalidades, hábitos e costumes de nossa comunidade.

O Acervo

Originário da coleção de Argemiro Costa, funcionário do Funrural, que guardou objetos antigos durante certo período de sua vida. Com seu falecimento, a família vendeu a coleção à Prefeitura, em 1984. Após aquisição desta coleção, o acervo do museu vem sendo complementado através de doações da comunidade.Atualmente o acervo conta com 2850 objetos.

Reserva Técnica

Local onde se desenvolve um conjunto de ações voltadas à apresentação do acervo à comunidade. É no espaço do Anexo do Museu que são feitas as pesquisas e onde se processam a análise, a higienização, a conservação e, quando necessário, os reparos e/ou restauração das peças do acervo. São estes procedimentos que garantem a salvaguarda dos bens culturais, preservando a memória e a história da cidade e região.

Exposição Nossas Raízes

Retrata cenográfica e historicamente aspectos da formação da cidade no período que compreende a ocupação da região no início do século XIX até o ano de 1920.

Possui quatro salas: O fazedor e o fazendeiro nas fazendas, Lembranças aquecidas do cozer, Uberabinha: Uberlândia em formação e Casa do Comércio.

Exposição Câmara Municipal: Fragmentos da História

Um pequeno histórico da Câmara Municipal em Uberlândia que até 1993 funcionou neste prédio.
PARABÉNS! O FVA 2020 deste Museu já foi preenchido.

O Ibram agradece a contribuição no levantamento de informações sobre o campo museal.

Em caso de dúvidas, alteração de informações ou se você é o(a) responsável pelo museu e quer responder novamente, entre em contato conosco pelo email cpai@museus.gov.br ou pelos telefones (61) 3521-4410, (61) 3521-4291, (61) 3521-4330, (61) 3521-4329, (61) 3521-4292
evento entre e Baixar Planilha

O Museu encontra-se: aberto

Horário de funcionamento: Segunda a sexta: 8h às 17h30.

Entrada

Entrada é cobrada: não

Acessibilidade

Acessibilidade física:

Acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais:

Atendimento aos turistas estrangeiros:

Instalações

O museu possui arquivo histórico? não

O arquivo tem acesso ao público? não

O Museu possui biblioteca? sim

A biblioteca tem acesso ao público? sim

O museu promove visitas guiadas? sim

Atividades educativas e culturais

O museu realiza atividades educativas e culturais para públicos específicos? s

Em caso positivo, especifique: escolha a(s) que mais se adeque(m)

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Municipal

Ano de abertura: 1987

Instrumento de criação:

Descrição: Nº 6.927 de 05/05/1997 somente para instrumento do tipo "Outros"

Tipo: Tradicional/Clássico

O museu é de caráter comunitário? não

Temática: História

Publicado por

Secretaria Municipal de Cultura de Uberlândia

A Secretaria Municipal de Cultura, criada pela Lei nº 3955 de 09 de setembro de 1983, foi implantada oficialmente em 1º de fevereiro de 1984. Desde então atua priorizando os preceitos de democratização da cultura, entendendo as expressões criativas da arte como um processo coletivo, com vistas a promoção da diversidade cultural e consequente desenvolvimento humano.