Museu Histórico de Santa Catarina

Código: 1.78.87.0480

Nº SNIIC: ES-6573

Missão
Prestar serviços à sociedade por meio de pesquisa, ações educativas, comunicação, preservação do seu patrimônio arquitetônico e museológico, contribuindo para o fortalecimento da História de Santa Catarina.

Visão
Ser reconhecido como referência enquanto museu de História no Sul do Brasil, realizando serviços de qualidade.

Site: http://www.mhsc.sc.gov.br

Email para divulgação: mhsc@fcc.sc.gov.br

Telefone para divulgação: (48) 3665-6363

Informações Adicionais de Contato:
(48) 3665-6363 / (48) 3665-6361 (Museologia) / (48) 3665-6362 (Ações Educativas) / (48) 3665-6367 (Recepção) / (48) 3665-6365 (Administração)

mhsc@fcc.sc.gov.br

Endereço: Palácio Cruz e Sousa - Praça XV de Novembro, 227, CENTRO HISTÓRICO DE FLORIANÓPOLIS, Centro, 88010-400, Florianópolis, SC

CEP: 88010-400

Logradouro: Palácio Cruz e Sousa - Praça XV de Novembro

Número: 227

Complemento: CENTRO HISTÓRICO DE FLORIANÓPOLIS

Bairro: Centro

Município: Florianópolis

Estado: SC

Território Cultural (para utilização do Sistema de Museus):

Descrição

Criado em 04/10/1979 pela Lei Estadual nº 5.476, o Museu Histórico de Santa Catarina foi inaugurado em 1979 na casa da antiga Alfândega de Florianópolis, tendo por missão Contribuir para o fortalecimento do campo da história em Santa Catarina, através da preservação, documentação, pesquisa, educação e comunicação do patrimônio musealizado do Museu de Histórico de Santa Catarina.
Com a transferência da sede do governo em 1984, o MHSC tem como sede definitiva, desde 1986, o Palácio Cruz e Sousa, nome adquirido em 1979 em homenagem ao poeta simbolista nascido em Desterro.

Vídeos

evento entre e Baixar Planilha

O Museu encontra-se: aberto

Horário de funcionamento: Horário de atendimento ao público: De terça a sexta-feira: das 10h às 18h. Sábados, domingos e feriados: das 10h às 16h.

Entrada

Entrada é cobrada: sim

Descrição do valor da entrada: I - Entrada Inteira: (R$ 5,00)
 Público em geral;

II – Meia Entrada: (R$2,00)
 estudantes;
 menores de 18 anos
 doadores de sangue registrados em hemocentros de SC
 professores exercendo docência nos níveis infantil, fundamental, médio e superior;
 apenas para uso dos banheiros;

III – Entrada Livre
 grupos de instituições de ensino previamente agendados
 crianças com idade inferior a 5 anos
 pessoas com deficiência
 aos domingos para todos
 maiores de 60 anos
 guias turísticos cadastrados/regulamentados

Parágrafo Único : O ingresso por gratuidade e/ou meia entrada serão concedidos mediante comprovação.

Acessibilidade

Acessibilidade física:

Acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais:

Atendimento aos turistas estrangeiros:

Instalações

Instalações básicas e serviços oferecidos:

Capacidade do teatro/auditório (assentos): 100

O museu possui arquivo histórico? sim

O arquivo tem acesso ao público? sim

O Museu possui biblioteca? sim

A biblioteca tem acesso ao público? sim

O museu promove visitas guiadas? sim

Atividades educativas e culturais

O museu realiza atividades educativas e culturais para públicos específicos? s

Em caso positivo, especifique: escolha a(s) que mais se adeque(m)

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Estadual

Ano de abertura: 1979

Instrumento de criação:

Descrição:

Instituição mantenedora: Fundação Catarinense de Cultura

Tipo: Tradicional/Clássico

O museu é de caráter comunitário? não

Temática: História

Para solicitar o Registro de Museus é simples. Basta seguir estes três passos:

  • 1. Preencher e assinar o Formulário de Solicitação de Registro, ao final da página.
  • 2. Fotocopiar os documentos solicitados (vide lista abaixo de acordo com a natureza administrativa da instituição).
  • 3. Reunir o Formulário devidamente preenchido e a documentação solicitada e entregar a documentação na sede do Ibram em Brasília ou enviar por correio com aviso de recebimento para o seguinte endereço:


    Instituto Brasileiro de Museus – Ibram
    Cadastro Nacional de Museus (CNM)
    Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, 1º Subsolo
    Cep: 70040-020 – Brasília – DF

Documentação Necessária:
Museu Público Federal
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Público Estadual, Municipal e Distrital
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Privado
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora (com personalidade jurídica);
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
ATENÇÃO!
  • As despesas de autenticação e envio deverão correr por conta do museu solicitante;
  • O museu deverá manter atualizados todos os seus dados junto ao Registro de Museus, enviando toda a documentação comprobatória de qualquer alteração das informações já fornecidas;
  • No caso de inexistência de documento oficial que declare quem é o responsável pelo museu, será admitido como comprovação documento que contenha tal informação assinado pelo representante máximo da instituição mantenedora. Nessa situação, o representante máximo da instituição mantenedora deverá enviar cópia do seu RG, do CPF (autenticados em cartório) e documento oficial que declare sua ocupação neste cargo;
  • Museus que possuem filiais ou seccionais em endereços de visitação diferentes deverão responder um questionário para cada unidade.

Publicado por

Cristiane Pedrini Ugolini

Possui especialização em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas pela UNB. É graduada em Educação Artística - Habilitação em Artes Plásticas pela UDESC. Servidora pública estadual, atualmente lotada no MHSC/FCC. Tem experiência profissional nas áreas de Educação, Artes, Arte-educação, Produção Cultural, Gestão de Projetos e Museologia.