Museu Casa do Bentoca / Fundação Maria José Motta de Oliveira

Código: 1.71.84.7490

Nº SNIIC: ES-6539

O museu de Inhapim foi inaugurado no dia 15 de fevereiro de 1986.

Site: http://casadobentoca.comunidades.net/

Email para divulgação: culturainhapim2017@gmail.com

Telefone para divulgação: (33) 3315-1511

Informações Adicionais de Contato:
(33) 3315-1411

Endereço: Rua Professor Elias, 11 , Centro, 35330-000, Inhapim, MG

CEP: 35330-000

Logradouro: Rua Professor Elias

Número: 11

Complemento:

Bairro: Centro

Município: Inhapim

Estado: MG

Território Cultural (para utilização do Sistema de Museus): Vale do Aço

Descrição

O museu de Inhapim foi inaugurado no dia 15 de fevereiro de 1986, com as presenças do Prefeito municipal João Batista Marques, do Juiz de Direito, Dr. César Augusto Festyn: do Pároco Padre Geraldo Homem de Faria: do escritor inhapinhense, Dr. Allan Viggiano e da escritora Marilene Godinho a festa foi animada pela banda de música da polícia militar de Governador Valadares. Na ocasião discursaram Monsenhor Raul Motta agradecendo a todos que colaboraram com o trabalho realizado, na sequência o prefeito João Batista Marques agradeceu à família Motta de Oliveira pelo presente doado à comunidade e depois foi a vez de Dr. Allan Viggiano acompanhado pelo Juiz Dr. César Augusto. A casa recebeu o nome de “Casa do Bentoca – Centro Cultural e Museu Histórico de Inhapim”. Localizado na Rua Professor Elias nº 11.

Sua fundação se deu por Monsenhor Raul Motta de Oliveira filho dos antigos proprietários da casa onde se localiza o mesmo, o Sr. Bento Francisco de Oliveira, o Bentoca e D. Maria José Motta. A família Motta de Oliveira doou essa casa para o museu com o objetivo de manter suas raízes com Inhapim e serem úteis à comunidade.

A Criação do museu se deu através da Fundação Maria José Motta, em homenagem à matriarca da família.

O objetivo do museu é preservar o patrimônio histórico e cultural da cidade de Inhapim.

As características físicas do prédio são; Uma casa branca com duas janelas na frente de cor azul e uma porta e uma janela do lado direito, também azuis, com telhas de barro estilo colonial e com 4 cômodos. Na parede da frente ostenta uma placa com os dizeres: “Casa do Bentoca”.

O museu de Inhapim já recebeu visitas de pessoas de várias partes do Brasil. Já recebeu peças históricas de várias pessoas para seu acervo, como livros, jornais, revistas, impressos e documentos relativos a Inhapim são todos de doações, bem como também as peças, como panelas, máquinas de costura, de escrever, rocas de tear e um enorme acervo de fotografias.
evento entre e Baixar Planilha

O Museu encontra-se: aberto

Horário de funcionamento: -

Entrada

Entrada é cobrada: não

Acessibilidade

Acessibilidade física:

Acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais:

Atendimento aos turistas estrangeiros:

Instalações

O museu possui arquivo histórico? não

O arquivo tem acesso ao público? não

O Museu possui biblioteca? não

A biblioteca tem acesso ao público? não

O museu promove visitas guiadas? não

Atividades educativas e culturais

O museu realiza atividades educativas e culturais para públicos específicos? n

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Municipal

Ano de abertura: 1986

Tipo: Tradicional/Clássico

O museu é de caráter comunitário? não

Temática: História

Para solicitar o Registro de Museus é simples. Basta seguir estes três passos:

  • 1. Preencher e assinar o Formulário de Solicitação de Registro, ao final da página.
  • 2. Fotocopiar os documentos solicitados (vide lista abaixo de acordo com a natureza administrativa da instituição).
  • 3. Reunir o Formulário devidamente preenchido e a documentação solicitada e entregar a documentação na sede do Ibram em Brasília ou enviar por correio com aviso de recebimento para o seguinte endereço:


    Instituto Brasileiro de Museus – Ibram
    Cadastro Nacional de Museus (CNM)
    Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, 1º Subsolo
    Cep: 70040-020 – Brasília – DF

Documentação Necessária:
Museu Público Federal
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Público Estadual, Municipal e Distrital
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Privado
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora (com personalidade jurídica);
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
ATENÇÃO!
  • As despesas de autenticação e envio deverão correr por conta do museu solicitante;
  • O museu deverá manter atualizados todos os seus dados junto ao Registro de Museus, enviando toda a documentação comprobatória de qualquer alteração das informações já fornecidas;
  • No caso de inexistência de documento oficial que declare quem é o responsável pelo museu, será admitido como comprovação documento que contenha tal informação assinado pelo representante máximo da instituição mantenedora. Nessa situação, o representante máximo da instituição mantenedora deverá enviar cópia do seu RG, do CPF (autenticados em cartório) e documento oficial que declare sua ocupação neste cargo;
  • Museus que possuem filiais ou seccionais em endereços de visitação diferentes deverão responder um questionário para cada unidade.

Publicado por

CNM - Cadastro Nacional de Museus

O Cadastro Nacional de Museus já completou dez anos em operação e se constitui como uma fonte ampla de informações atualizadas sobre os museus do país. Objetiva produzir conhecimentos e informações sistematizadas sobre o campo museológico em toda a sua diversidade. Nesse período, foram mapeados mais de 3.500 museus em todo o território nacional.