Museu Ferroviário Domingos Lage - Cachoeiro de Itapemirim

Código: 1.55.53.2716

Nº SNIIC: SP-6437

O Museu Ferroviário Domingos Lage funciona onde foi até 1995 a Estação Ferroviária de Cachoeiro de Itapemirim - ES. Funciona desde 2007, e conta com um acervo que remete ao funcionamento dessa ferrovia.

Site: http://www.cachoeiro.es.gov.br/site1.php?pag_site=CULTURA&subPagina=SECRETARIA&setor=SEMCULT

Email para divulgação: semcult@cachoeiro.es.gov.br

Telefone para divulgação: (28) 3155-5691

Informações Adicionais de Contato:
(28) 3155-5691

Endereço: Rua Coronel Francisco Braga s/n, Antiga Estação Ferroviária, Guandú, 29300-220, Cachoeiro de Itapemirim, ES

CEP: 29300-220

Logradouro: Rua Coronel Francisco Braga

Número: s/n

Complemento: Antiga Estação Ferroviária

Bairro: Guandú

Município: Cachoeiro de Itapemirim

Estado: ES

Território Cultural (para utilização do Sistema de Museus):

Descrição

Por ter sido inaugurada ainda pela E. F. Sul do Espírito Santo, em 1903 a estação completou 115 anos de imponente existência, no ano de 2018. Esta estação ligou durante décadas o sul do Estado ao Rio de Janeiro e Vitória.
Devido ao crescimento urbano do município, em 1995, a linha férrea foi retirada do centro da cidade, por onde passava uma via dividindo o trânsito com os carros e foi transferida para fora da área urbana, ficando apenas a estação como lembrança de um passado que trouxe para a região o progresso, em tempos onde o transporte de cargas era basicamente feito pelos trens. Localizada no Centro da cidade, ainda mantém as características originais da construção, sendo que em 03 de fevereiro de 2000 a Prefeitura de Cachoeiro recebeu da Rede Ferroviária Federal (RFFSA) o termo de posse para uso exclusivo de um Centro Ferroviário Cultural, o que se tornou real em 05 de abril de 2002 com a Lei Municipal nº 5315. Em abril de 2004 passou a se chamar Museu Ferroviário Domingos Lage e teve suas finalidade e atribuições regulamentadas pela Lei Municipal nº 5975.
Atualmente o espaço abriga um pequeno acervo das atividades ferroviárias do município no armazém 1 com registros fotográficos, documental, móveis e objetos sendo que a atração principal é um torno de fabricação inglesa datado de 1930, que era utilizado para construir peças de reposição da linha e para as locomotivas da época de ouro da ferrovia na região. No armazém 2 estamos abrigando o CIT (Centro de Informações ao Turista) e no 2º andar exposições, principalmente escolares e aulas de dança.

Vídeos

Galeria

evento entre e Baixar Planilha

O Museu encontra-se: aberto

Horário de funcionamento: Segunda a Sexta: 09:00 as 18:00 horas. Sábados: 07:30 as 13:30 horas. Domingo: Fechado. Feriado: Fechado

Entrada

Entrada é cobrada: não

Acessibilidade

Acessibilidade física:

Acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais:

Atendimento aos turistas estrangeiros:

Instalações

Instalações básicas e serviços oferecidos:

O museu possui arquivo histórico? sim

O arquivo tem acesso ao público? sim

O Museu possui biblioteca? não

A biblioteca tem acesso ao público? não

O museu promove visitas guiadas? sim

Em caso positivo, especifique: Sem necessidade de agendamento

Atividades educativas e culturais

O museu realiza atividades educativas e culturais para públicos específicos? s

Em caso positivo, especifique: escolha a(s) que mais se adeque(m)

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Municipal

Ano de abertura: 2007

Instituição mantenedora: Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim

Tipo: Tradicional/Clássico

O museu é de caráter comunitário? não

Temática: História

Para solicitar o Registro de Museus é simples. Basta seguir estes três passos:

  • 1. Preencher e assinar o Formulário de Solicitação de Registro, ao final da página.
  • 2. Fotocopiar os documentos solicitados (vide lista abaixo de acordo com a natureza administrativa da instituição).
  • 3. Reunir o Formulário devidamente preenchido e a documentação solicitada e entregar a documentação na sede do Ibram em Brasília ou enviar por correio com aviso de recebimento para o seguinte endereço:


    Instituto Brasileiro de Museus – Ibram
    Cadastro Nacional de Museus (CNM)
    Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, 1º Subsolo
    Cep: 70040-020 – Brasília – DF

Documentação Necessária:
Museu Público Federal
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Público Estadual, Municipal e Distrital
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Privado
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora (com personalidade jurídica);
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
ATENÇÃO!
  • As despesas de autenticação e envio deverão correr por conta do museu solicitante;
  • O museu deverá manter atualizados todos os seus dados junto ao Registro de Museus, enviando toda a documentação comprobatória de qualquer alteração das informações já fornecidas;
  • No caso de inexistência de documento oficial que declare quem é o responsável pelo museu, será admitido como comprovação documento que contenha tal informação assinado pelo representante máximo da instituição mantenedora. Nessa situação, o representante máximo da instituição mantenedora deverá enviar cópia do seu RG, do CPF (autenticados em cartório) e documento oficial que declare sua ocupação neste cargo;
  • Museus que possuem filiais ou seccionais em endereços de visitação diferentes deverão responder um questionário para cada unidade.

Publicado por

SEMCULT Cachoeiro de Itapemirim

A Semcult é responsável por fomentar e preservar as manifestações culturais de Cachoeiro de Itapemirim, nas suas mais diversas formas. Sua equipe atua na zona urbana e rural do município estimulando, apoiando e promovendo ações ligadas ao folclore, artes cênicas, música, dança, artes plásticas, artes visuais, literatura, entre outras.