Centro Cultural da Universidade de São João del Rei

Código: 9.71.47.4559

Nº SNIIC: SP-19649

Centro Cultural da Universidade de São João del Rei.

Site: https://ufsj.edu.br/centrocultural/

Email para divulgação: sepac@ufsj.edu.br

Telefone para divulgação: (32) 3379-2510

Endereço: Praça Doutor Augusto das Chagas Viegas, 17 , Largo do Carmo, 36300-088, São João del Rei, MG

CEP: 36300-088

Logradouro: Praça Doutor Augusto das Chagas Viegas

Número: 17

Complemento:

Bairro: Largo do Carmo

Município: São João del Rei

Estado: MG

Território Cultural (para utilização do Sistema de Museus):

Descrição

Em junho de 1995, a UFSJ adquiriu o casarão colonial denominado Solar da Baronesa, localizado no Largo do Carmo, centro histórico da cidade de São João del-Rei. Entendendo que, além da preservação do patrimônio histórico e arquitetônico, o imóvel poderia abrigar um centro de cultura que possibilitasse o estímulo à produção cultural na região, realizou obras de adaptação e em 28 de abril de 2000 o Centro Cultural da UFSJ iniciou suas atividades artísticas e culturais.

O imóvel teve sua fachada e dependências internas recuperadas em sua estrutura original, visando a preservação do patrimônio histórico. Nele se destacam amplas galerias, destinadas a exposições, mostras, recitais e performances. O Centro Cultural possui também uma sala de multimídia com capacidade para 45 pessoas, para projeção de filmes, vídeos-documentários, lançamento de livros, palestras, cursos e outras atividades.

No dia 2 de setembro de 2006 foi inaugurado no 2º andar do Centro Cultural da UFSJ o Espaço Koellreutter. Organizado a partir do importante acervo de Hans Joachim Koellreutter, doado à UFSJ pela viúva do eminente músico, este espaço interativo oferece uma exposição permanente de obras e objetos representativos do compositor, destinado a músicos, pesquisadores e ao público em geral, interessados em conhecer sua obra e influência na música brasileira.

A implantação do Centro Cultural da UFSJ representa um ganho expressivo para a vida cultural e artística da cidade e região. Desde sua inauguração, o espaço tem-se prestado a desenvolver sistematicamente atividades artísticas e culturais, além de sediar eventos ligados ao ensino, pesquisa e extensão, atendendo às demandas da comunidade interna e externa.

Estima-se que cerca de 15 mil pessoas circulam, anualmente, pelo Centro Cultural da UFSJ, seja visitando as exposições ou participando das demais atividades.

O Centro Cultural da UFSJ está aberto ao público diariamente, de 08 às 20h, inclusive nos finais de semana e feriados.









Centro Cultural da UFSJ
Praça Dr. Augusto das Chagas Viegas, 17 - Largo do Carmo
36307-904 - São João del-Rei - Minas Gerais

sepac@ufsj.edu.br
evento entre e Baixar Planilha

O Museu encontra-se: aberto

Horário de funcionamento: Todos os dias de 9 às 20h

Entrada

Entrada é cobrada: não

Acessibilidade

Acessibilidade física:

Acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais:

Atendimento aos turistas estrangeiros:

Instalações

Instalações básicas e serviços oferecidos:

Capacidade do teatro/auditório (assentos): 50

O museu possui arquivo histórico? não

O arquivo tem acesso ao público? sim

O Museu possui biblioteca? não

A biblioteca tem acesso ao público? não

O museu promove visitas guiadas? não

Atividades educativas e culturais

O museu realiza atividades educativas e culturais para públicos específicos? s

Em caso positivo, especifique: escolha a(s) que mais se adeque(m)

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Federal

Em caso de Museu federal, especifique vinculação ministerial: Educação

Ano de abertura: 2000

Tipo: Tradicional/Clássico

Temática: Artes, arquitetura e linguística

Para solicitar o Registro de Museus é simples. Basta seguir estes três passos:

  • 1. Preencher e assinar o Formulário de Solicitação de Registro, ao final da página.
  • 2. Fotocopiar os documentos solicitados (vide lista abaixo de acordo com a natureza administrativa da instituição).
  • 3. Reunir o Formulário devidamente preenchido e a documentação solicitada e entregar a documentação na sede do Ibram em Brasília ou enviar por correio com aviso de recebimento para o seguinte endereço:


    Instituto Brasileiro de Museus – Ibram
    Cadastro Nacional de Museus (CNM)
    Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, 1º Subsolo
    Cep: 70040-020 – Brasília – DF

Documentação Necessária:
Museu Público Federal
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Público Estadual, Municipal e Distrital
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Privado
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora (com personalidade jurídica);
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
ATENÇÃO!
  • As despesas de autenticação e envio deverão correr por conta do museu solicitante;
  • O museu deverá manter atualizados todos os seus dados junto ao Registro de Museus, enviando toda a documentação comprobatória de qualquer alteração das informações já fornecidas;
  • No caso de inexistência de documento oficial que declare quem é o responsável pelo museu, será admitido como comprovação documento que contenha tal informação assinado pelo representante máximo da instituição mantenedora. Nessa situação, o representante máximo da instituição mantenedora deverá enviar cópia do seu RG, do CPF (autenticados em cartório) e documento oficial que declare sua ocupação neste cargo;
  • Museus que possuem filiais ou seccionais em endereços de visitação diferentes deverão responder um questionário para cada unidade.