Espaço Comum Luiz Estrela

Código: 2.03.26.4916

Nº SNIIC: SP-19361

Centro cultural autogestionado onde realiza-se atividades em torno da arte, educação e política envolvendo artistas, ativistas, arquitetos, pesquisadores, produtores, educadores, psicólogos e comunidade local. O casarão histórico tombado, estava abandonado há 19 anos. Desde 2013 são realizadas atividades com o objetivo de salvar o imóvel, a memória e valorizar a cultura.

Site: https://espacocomumluizestrela.org/

Email para divulgação: espacoluizestrela@gmail.com

Telefone para divulgação: (31) 9868-4429

Endereço: Rua Manaus, 348 , Santa Efigênia, 30150-350, Belo Horizonte, MG

CEP: 30150-350

Logradouro: Rua Manaus

Número: 348

Complemento:

Bairro: Santa Efigênia

Município: Belo Horizonte

Estado: MG

Território Cultural (para utilização do Sistema de Museus):

Descrição

O Espaço Comum Luiz Estrela é um centro cultural autogestionado onde são realizadas diversas atividades e oficinas envolvendo arte e política. Ele nasce no dia 26 de outubro de 2013, quando um grupo de artistas, ativistas, pesquisadores, produtores e educadores resolvem ocupar um casarão abandonado há 19 anos, motivados pela carência de espaços acessíveis para produção e fruição artística.

O casarão ocupado foi construído em 1912, em estilo arquitetônico eclético, para abrigar o Hospital Militar de Belo Horizonte. A partir de 1947 funciona como Hospital de Neuropsiquiatria Infantil e em 1990 passa a abrigar a Escola Estadual Yolanda Martins até ser abandonado em 1994, mesmo ano em que foi tombado dentro da instância municipal.

Com ampla mobilização da sociedade civil, conquistamos a cessão de uso do espaço pelo período de 20 anos com apenas dois meses de movimentação. O acúmulo em autogestão, cultura, políticas públicas e participação cidadã foram fundamentais. Desde então, diversas atividades têm sido realizadas com o objetivo de salvar o imóvel tombado da total deterioração, algumas reconhecidas e premiadas nacionalmente, e converter o Espaço em um centro livre de formação educacional e artística, aberto e autogestionado.

Seguimos acreditando no comum, nos encontros e em um infinito universo de possibilidades. Estamos com as portas abertas para propostas de como ocuparmos juntas esse Espaço que carrega tanta história e, ao mesmo tempo, tem tanto futuro pela frente. O espaço está de portas abertas para encontros, oficinas, cursos, conversas, apresentações artísticas e uma série de atividades.

Vídeos

Galeria

evento entre e Baixar Planilha

O Museu encontra-se: aberto

Horário de funcionamento: 13h ás 19h

Entrada

Entrada é cobrada: não

Descrição do valor da entrada: Entrada liberada sem cobrança.

Acessibilidade

Acessibilidade física:

Acessibilidade para pessoas com deficiências auditivas e visuais:

Atendimento aos turistas estrangeiros:

Instalações

Instalações básicas e serviços oferecidos:

Capacidade do teatro/auditório (assentos): 100

O museu possui arquivo histórico? sim

O arquivo tem acesso ao público? sim

O Museu possui biblioteca? sim

A biblioteca tem acesso ao público? sim

O museu promove visitas guiadas? sim

Em caso positivo, especifique: Sem necessidade de agendamento

Atividades educativas e culturais

O museu realiza atividades educativas e culturais para públicos específicos? s

Em caso positivo, especifique: escolha a(s) que mais se adeque(m)

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Estadual

Ano de abertura: 2013

Tipo: Museu de território/Ecomuseu

Temática: Artes, arquitetura e linguística

Para solicitar o Registro de Museus é simples. Basta seguir estes três passos:

  • 1. Preencher e assinar o Formulário de Solicitação de Registro, ao final da página.
  • 2. Fotocopiar os documentos solicitados (vide lista abaixo de acordo com a natureza administrativa da instituição).
  • 3. Reunir o Formulário devidamente preenchido e a documentação solicitada e entregar a documentação na sede do Ibram em Brasília ou enviar por correio com aviso de recebimento para o seguinte endereço:


    Instituto Brasileiro de Museus – Ibram
    Cadastro Nacional de Museus (CNM)
    Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, 1º Subsolo
    Cep: 70040-020 – Brasília – DF

Documentação Necessária:
Museu Público Federal
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Público Estadual, Municipal e Distrital
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e do CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora;
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
Museu Privado
  • CPF e RG (autenticados em cartório) do responsável pelo museu;
  • Documentação que comprove que o titular do RG e CPF enviados é o responsável pelo museu, que poderá ser através de termo de posse, ato de nomeação, ou outro documento congênere;
  • CNPJ do museu ou da instituição mantenedora (com personalidade jurídica);
  • Instrumento de criação do museu ou outro documento oficial da instituição à qual o museu esteja subordinado/vinculado;
  • Termo de Solicitação do Registro preenchido.
ATENÇÃO!
  • As despesas de autenticação e envio deverão correr por conta do museu solicitante;
  • O museu deverá manter atualizados todos os seus dados junto ao Registro de Museus, enviando toda a documentação comprobatória de qualquer alteração das informações já fornecidas;
  • No caso de inexistência de documento oficial que declare quem é o responsável pelo museu, será admitido como comprovação documento que contenha tal informação assinado pelo representante máximo da instituição mantenedora. Nessa situação, o representante máximo da instituição mantenedora deverá enviar cópia do seu RG, do CPF (autenticados em cartório) e documento oficial que declare sua ocupação neste cargo;
  • Museus que possuem filiais ou seccionais em endereços de visitação diferentes deverão responder um questionário para cada unidade.

Publicado por

Borda Cidade e Convivência - Espaço Comum Luiz Estrela

Centro cultural autogestionado onde são realizadas atividades em torno da arte, educação e política de forma colaborativa envolvendo artistas, ativistas, arquitetos, pesquisadores, produtores, educadores, psicólogos e comunidade local. O casarão histórico tombado, estava abandonado há 19 anos. Desde 2013 são realizadas atividades com o objetivo de salvar o imóvel, a memória e valorizar a cultura.